Enxoval de bebê | Lista de chá de bebê comentada

Enxoval de bebê | Lista de chá de bebê comentada


Quando engravidei tive muita dificuldade em saber o que comprar para o enxoval do bebê. As lojas que oferecem as listas de chá de bebê geralmente são superficiais e mais interessadas em vender, vender e vender do que realmente ajudar.
Encontrei na época alguns blogs de maternagem bem bons com informações completas e muitos superficiais e sem muita reflexão. 
Na época fiz uma mega pesquisa, olhei vídeos, li artigos, pesquisei produtos, perguntei para as amigas mães e cheguei em uma lista. Depois de ter bebê pude fazer a "prova real" e descobrir o que é necessário, fundamental e desnecessário no enxoval de bebê.
Segue minha lista de chá de bebê com os devidos comentários.

Premissas do enxoval do bebê

Quanto vou gastar

O primeiro passo é fazer uma análise inteligente de suas condições financeiras. Dá para fazer um enxoval de bebê completo gastando pouco ou muito. E o quanto você gastou não vai importar em nada para ele. Um bebê precisa ser acolhido com tranquilidade, segurança e amor, o resto dá-se um jeito.
Tenham em mente que não vale a pena fazer dívidas para comprar o enxoval. Preocupação e maternagem é uma péssima combinação.


Delicie-se com as fofuras, mas seja consciente

Sei que é difícil resistir a milhões de coisas fofas e que as vezes parece que nossos filhos não chegarão a idade adulta se não tivermos um ou outro item. Porém, é fundamental ter consciência nas escolhas. Mesmo que você decida comprar um item supérfluo - isso não é pecado - compre com consciência.

Você vai ganhar muitas coisas

Muita gente vai ficar feliz com a chegada de seu bebê e ele vai ganhar muitas coisas de presente durante a gestação, no chá de fraldas e quando nascer. Conte com isso e prepare-se. Saiba o que pedir quando alguém perguntar o que você precisa. Se não souber exatamente, responda: FRALDAS e LENÇO UMEDECIDO. 

Bebês crescem muito rápido

Bebês crescem absurdamente rápido e as roupas deixam de servir com uma rapidez incrível. Tem roupas que você vai usar 3 vezes e outras que nem conseguirá usar. Por isso não tenha muitas. Há também a questão do clima, as vezes a roupinha de verão que você ganhou está pequena quando chegar o verão. É triste, mas acontece. Por isso não vale a pena ter muitas peças.

Seja ecológica

Acho fundamental este ponto, afinal nosso bebê está chegando e queremos que ele tenha um mundo adequado para viver. Precisamos pensar nisso nas nossas decisões e agir agora. É viável fazer isso quando pensamos no nosso enxoval e quando falo em ecologia não me refiro a fraldas de pano e roupas orgânicas. Uma das formas principais é sermos conscientes nas escolhas, não cairmos na loucura do consumismo, comprar o que for necessário, pegar o que der emprestado, doar ou revender o que já usamos. Parece pouco, mas é bem importante em questões ecológicas.

Busque estar segura

Vai ter coisas que você pode não precisar, mas talvez se sinta segura em ter. Reflita e se achar que você se sentirá segura em ter o recurso, compre-o.

Lista de Chá de bebê

Vamos a lista de chá de bebê comentada

Móveis

  • Berço e colchão Existem dois padrões de tamanho no mercado nacional. Lembre de especificar o seu na lista de chá de bebê e de comprar o colchão de acordo com o tamanho do berço por questões de segurança.
  • Roupeiro - não precisa ser grande pois roupas de bebê ocupam pouco espaço. É melhor ter área livre no quarto para ele brincar do que um roupeiro enorme. Lembre que você terá muitas coisas para guardar (bebê conforto, banheira, cadeirão, carrinho) é importante pensar em onde vai deixar isso.
  • Trocador - você precisa de um lugar alto para trocar o bebê. Tem que ser confortável, você fará isso por uns 2 anos, umas 5 vezes ao dia. Ele precisa ter uma espuma para não ficar duro de colocar o bebê. Pode ser de 2, 3 ou 5cm de espessura tanto faz. É fundamental ter plástico e ser de fácil limpeza.
  • Local para amamentar - Você fará isso bastante nos primeiros 6 meses (mesmo se der mamadeira) então é bom pensar num local reservado e tranquilo para alimentar seu bebê. Pode ser uma poltrona gostosa, pode ser uma cadeira confortável, pode ser uma cadeira de praia, pode ser uma cama auxiliar, pode ser sua própria cama. Não precisa ser especial, apenas confortável.
  • Local para dar banho - o ideal é dar banho em pé para não forçar as costas. Se a banheira caber no banheiro é ótimo pois depois dos 4 meses eles espalham água para todos os lados. Ao fazer sua escolha pense no processo: Tirar a roupa do bebê no trocador, dar banho e voltar ao trocador para vestí-lo. Escolha os itens pensando nisso. Não compre banheira muito pequena.

Decoração

Sou a favor do ambiente clean e sem muitos estímulos que você possa ir repaginando aos poucos com novos brinquedos e acessórios. Você precisará adaptar o quarto para as fases da criança que mudam bastante no início. Nos primeiros meses quanto menos estímulo melhor, depois alguns itens coloridos, mais tarde um espaço para brincar. Escolha poucos itens de decoração e que durem bastante. 
É importante
  • uma luz auxiliar para atender o bebê a noite sem precisar ascender a luz principal. Uma alternativa é deixar a luz de outro cômodo acessa e a porta aberta.
  • estufa/ar condicionado/ventilador - se onde você mora tem temperaturas extremas, pense nisso.

Itens de higiene e saúde

  • sabonete em barra ou líquido. Prefiro o líquido e comprei aqueles que são "da cabeça aos pés". A embalagem de 200ml vai durar uns 3/4meses. 
  • pomada de assaduras. a embalagem pequena dura +/-30 dias. Faça um estoque com umas 3 ou 4 para não precisar sair para comprar nos primeiros meses. E compre marcas diferentes para experimentar e ver se seu bebê não tem alergia.
  • algodão . O bolinha ou discos são mais práticos, mas pode ser o tradicional que é mais barato. É recomendado usar nos primeiros dias quando o bebê é muito sensível para os lenços umedecidos. 
  • cotonete - 1 pacote para cuidar do cordão umbilical. Os pediatras não recomendam usar nos ouvidos.
  • 1 termômetro de febre (pode ser um de adulto ou especial para bebês)
  • escova de dente de silicone para bebês (não é fundamental, mas você pode usar)
  • sabão de coco/glicerina em barra
  • sabão de coco/glicerina em pó (para máquina de levar)
  • amaciante (não indicado nos primeiros meses)
  • balde especial para deixar de molho roupas do bebê (eu comprei o "ofurô" e usei para o banho e para lavar roupinhas quando precisei.

Hora da troca

  • 1 lixeira para fraldas - é prático ter uma perto do trocador
  • 1 porta roupa sujas
  • kit higiene 
    • potinhos com tampa para algodão (compre um grandinho para não precisar repor o tempo todo
    • potinho com tampa para cotonete
    • térmica. A térmica você vai usar só no primeiro mês. Eu não comprei e aquecia a água no microondas.
    • potinho para água morna, eu usava uma xícara ou potinho de sobremesa
    • cesto para guardar os itens de higiene. É bom você ter essas coisas organizadas próximo ao trocador. Pense muito na praticidade. O cesto vai deixar tudo próximo e sem bagunça. É bem importante quanto menos bagunça melhor para você. E ele sempre vai ser útil.
    • cesto para fraldas elas precisam ficar a mão perto do trocador e você vai usar muitas por dia. Ter um cestinho é mais harmônico que deixar o pacote em cima do trocador. 

Hora do banho

  • 1 escova de cabelo 
  • 1 pente 
  • 1 kit de cortar unha (tesoura, cortador e lixa)
  • 1 termômetro para banheira (dá para viver sem, mas é confortável para mães de primeira viagem. Se puder pede emprestado)
  • esponja é desnecessária nos primeiros meses (eu usava a mão até os 6 meses). você pode usar uma fraldinha pequena também.
  • redinha de proteção para banheira. Tem gente que AMA, eu testei e não gostei. Vi no Youtube vídeos de enfermeiras ensinando como segurar o bebê no banho e fica muito prático. A redinha você é mais uma coisa para secar e guardar. Optei pela praticidade.
  • 3 toalhas fralda (elas tem uma fralda de um lado e são atoalhadas do outro. São bem macias para bebês recém nascidos e você pode usar depois) Tenha umas 3 pois as vezes eles fazem xixi e você precisa lavar.

Hora do sono

Os pediatras recomendam NÃO ter NADA no berço. Protetores, cobertores, lençol, ursinhos, nada é indicado nos primeiros meses. 

  • protetor de berço. É caro, não recomendado e desnecessário. Nos primeiros meses o bebê dorme paradinho e não vai se machucar. É mais para enfeite que útil. 
  • mosquiteiro. Só compre se tiver mosquito na sua casa, se não vai ser só mais uma coisa para juntar pó e você ficar se enroscando.
  • travesseiro anti-sufocamento - bebês não precisam de travesseiro ele serve só para enfeite. São muito altos pros bebês no início e depois eles nem param em cima. 
  • travesseiro anti-refluxo só é necessário se o bebê tiver refluxo, mas eu usei nos primeiros meses porque achava que ajudava o bebê a não vomitar tanto deitado...não sei se realmente ajuda ou é mito, pergunte ao pediatra. Tem um pequeno para o carrinho (eu usava esse no berço, dentro do saquinho de dormir) e tem um grande para berço que se coloca embaixo do colchão.
  • rolinho segura bebê (os pediatras não indicam, mas me deu segurança de que o bebê ficaria de barriga pra cima)
  • saquinho de tecido para colocar o bebê para dormir. Eu usei para não ter coberta no berço e porque achei mais prático que fazer as trouxinhas. Mas não é fundamental.
  • 4un de lençol com elástico avulso-  você vai usar muito mais o lençol de baixo do que o sobre lençol. Então compre alguns deles avulso. 
  • 2 jogos completos de lençol (3peças). O bebê não usa sobre lençol, no início porque é muito pequeno, depois porque se mexe muito. Então o conjunto vai ser só decorativo. Eu prefiro os de malha que são mais macios.
  • baba eletrônica Eu não indico pois ela atrapalha o sono dos pais e nos induz a atrapalhar o sono do bebê. Se o bebê realmente precisar de você ele vai chorar e você irá ouvir. Se você não ouvir é porque ele está só resmungando e vai conseguir dormir de novo sem sua intervenção. Se você precisa amamentar durante a noite, coloque o despertador e acorde só neste momento.  É conveniente você aprender a ter autocontrole e deixar seu bebê dormir sem sua supervisão. Logo você acostuma a deixar o bebê sozinho no berço. E a qualidade de seu sono é fundamental para a saúde de sua família. 
  • 1 cobertor ou manta (veja a intensidade de frio na sua região)

Hora de amamentar

  • almofada de amamentação. Não é fundamental, mas é prática para amamentar no início e depois para colocar o bebê sentado brincando.
  • absorvente para seio Compre uma caixa para as primeiras semanas. Depois veja se vai precisar mais tempo
  • bombinhas de tirar leite - Só compre se realmente for precisar, não há necessidade de comprar antes do bebê nascer;
  • mamadeiras - se você amamentar não vai precisar nos primeiros 6 meses. Se precisar dar complemento pode usar um copinho ou colher para não prejudicar a amamentação. Então dá para esperar e comprar depois, se vir a ser necessário. Se quiser ter uma por segurança, compre aquelas pequenininhas de recém nascido com bico especial que n]ao prejudica tanto a amamentação.
  • chupeta - eu optei por não usar pois pode prejudicar a amamentação. Não são indicadas pelo ministério da saúde e por pediatras. Há quem diga para dar apenas depois dos 30 dias. Eu não dei e não foi necessário para meu bebê. Há recursos como amamentação, colinho, trouxinha, que vão acalmar o bebê que podem ser usadas. É bem viável não dar chupeta, embora muita gente ache absurdo você não ter, é mais convenção social que necessidade. 
  • protetor de seio  de silicone duro - você usa poucos dias, mas se seu seio rachar e doer muito vai ajudar. Pode deixar para comprar depois, apenas se precisar. Mostre pro seu marido como é para ele saber se você mandar ele ir comprar.
  • protetor de silicone molinho para seios é indicado para algumas mulheres, converse com o obstetra. 

Roupas

Aqui é o mais difícil. Considere a estação do ano que seu bebê vai nascer. Quanto menos peças, melhor pois elas duram muito pouco. Considere sua facilidade para lavar e secar as roupas. Se você morar no sul e seu bebê nascer no inverso, vai precisar de mais roupas. Se mora num lugar que não tem espaço para estender roupas e não quiser uma máquina de secar, também vai precisar de mais peças. 
Eu moro no RS e lavo as roupas do bebê a cada 5 dias mais ou menos. No inverno elas secam de um dia para o outro. Então nas semanas mais chuvosas, é só lavar mais seguido.

Cuidado com o tamanho indicado na etiqueta, eles não tem padrão e tem marcas que a roupa de 6 meses servem o primeiro mês.Então considere o tamanho peça, não o que diz a etiqueta.

Roupas RN -  vão durar por volta de 1 mês ou menos se seu bebê nascer grande. Eu praticamente não usei. As roupas P ficam grandinhas no início mas dá para usar. 
  • 1 roupinha para sair da maternidade
  • 4 body manga  longa
  • 4 calças
  • 4 tiptop (de malha se nascer no verão e de soft se nascer no inverno)
  • 1 luva (lã se for inverno, malha se for verão)
  • 3 meias
  • 2 sapatinhos de lã ou malha (não precisa comprar pois se ganha muitos desses)
Roupas P - vão durar até os 3 meses +/-, dependendo do tamanho que seu bebê nascer. Analise a temperatura que faz na sua cidade, se for muito quente, eles podem usar roupas curtas, se não, opte por manga longa e tecidos leves mesmo para o verão.
  • 6/8 body (se sua região for quente compre de manga curta e uns 2 manga longa pro bebê dormir)
  • 6 calças (sem pé duram mais tempo)
  • 6 tiptop (de malha se nascer no verão e de soft se nascer no inverno, se for muito verão, substitua por macacões curtos)
  • 2 casacos (se for frio)
  • 3 meias
Roupas M  3 a 6 meses - novamente considere a época do ano.
  • 6 body
  • 6 calças
  • 6 macacões 
  • 2 casacos
  • 3 meias 

Roupas G  6 a 9 meses - novamente considere a época do ano.
  • 6 body
  • 6 calças
  • 6 macacões 
  • 2 casacos
  • 3 meias 
Com essas quantidades você já consegue se virar. 

Acessórios

  • 6 babadores (opte pelos de malha que são macios para este momento)
  • 2 mantas de enrolar bebê (uma mais quente, outra mais leve)
  • 2 culotes (paninho de algodão para colocar entre o bebê e a manta)
  • 6 fraldas de pano 
  • 6 fraldinhas de boca

Hora de passear

  • carrinho
  • bebê conforto
  • mosquiteiro de carrinho (nunca se sabe onde há insetos)
  • protetor de carrinho/bebê conforto (é bom pois as fraldas vazam e suja o carrinho)
  • bolsa média
  • trocador portátil

Hora de comer

Seu bebê só vai comer depois dos 6 meses então deixe isso para depois.

Fraldas

São por volta de 50 fraldas por semana nos primeiros meses, e um pouco menos a partir do terceiro mês. Você vai escolher pelo peso do bebê e a variação de peso é bem grande (a M e de 5kg a 9kg) então dificilmente você vai precisar trocar pacotes. 

- RN 200 fraldas para o primeiro mês
- P 400 fraldas
- M 600 fraldas

Lenços umedecidos você vai usar umas 100un por semana. Compre vários pacotes dos especiais para recém nascidos pois tem menos químicos para a pele do bebê.

Farmacinha

  • gase 
  • rolo de atadura
  • termômetro para febre
  • tesoura
  • fraldinha limpa
  • número de serviços de emergência (bombeiros, polícia, ambulância, plano de saúde, informações toxicológicas, vovó, pediatra)
  • xerox da carteirinha do plano de saúde/sus, etc
  • telefone de algum taxista caso precise
  • telefone de algum parente que more próximo ou vizinhos que possam ajudar em caso de necessidade
  • algodão
  • bolsa de água quente
  • protetor solar e repelente (só devem ser usados após os 6 meses)
  • óleo vegetal para massagem 
  • pinça
  • soro fisiológico
  • esparadrapo
  • bandaid
  • antisséptico
  • microporo
Pergunte ao pediatra na sua primeira consulta:
  • analgésico 
  • remédio para febre 
  • liquido para limpar o nariz 
  • medicação para náuseas e vômitos
  • Seringa, colher, conta-gotas ou copinho próprio para medições

Parece muito né?

É bastante coisa, mas não se desespere. 
Os itens de higiene não são muito caros. Na minha cidade eles são mais baratos no supermercado e farmácias que em lojas especializadas em bebês.
Fora roupas e itens descartáveis, o resto dura bastante tempo e depois você fará a reposição aos poucos o que vai pesar menos no orçamento.

Faça a lista de presentes para o chá de fraldas que você vai ganhar a maioria dos itens. Já na maternidade você deve ganhar bastante fraldas, o que dá uma ajuda inicial bem boa.